Contents

Empresa de tecnologia pretende usar robôs alimentados por IA para reparos rodoviários

As reparações rodoviárias alimentadas por inteligência artificial são agora uma realidade, graças às três novas tecnologias de uma empresa de tecnologia no âmbito do Sistema Autónomo de Reparação de Estradas (ARRES), conforme relatado pela Fox News.

Robotiz3d colaborou com a Câmara Municipal de Hertfordshire e a Universidade de Liverpool para desenvolver esta tecnologia inovadora.

A tecnologia ARRES Eye constitui um componente crucial do sistema, que está estrategicamente posicionado em inúmeras plataformas automotivas, incluindo caminhões, ônibus e veículos de manutenção. Esses veículos são equipados com sensores avançados que examinam meticulosamente as condições das estradas enquanto percorrem áreas urbanas congestionadas em busca de sinais de desgaste.

ARRES Eye emprega técnicas de imagem inovadoras que permitem identificar imperfeições superficiais, como fissuras, depressões e várias formas de deficiência, com notável precisão.

O sistema identifica com precisão a localização e a gravidade dos problemas identificados, classificando-os por ordem de prioridade com base nos reparos necessários. Essas informações são então armazenadas em um banco de dados centralizado para uso administrativo.

/pt/images/tech-firm-looks-to-use-ai-powered-robots-for-road-repairs.jpg

Um motorista tenta contornar buracos presentes em uma rua em Glasgow, Escócia, como visto em 4 de março de 2011. O conselho local enfrentou desafios na manutenção da infraestrutura rodoviária devido ao frio extremo vivido durante o mês anterior, que resultou em danos generalizados em todo o Reino Unido.

ARRES Prevent adota uma abordagem proativa para resolver buracos, integrando inteligência artificial e um veículo robótico autônomo. Esta solução inovadora funciona 24 horas por dia, utilizando uma pequena van robótica elétrica equipada com sensores avançados e algoritmos de aprendizado de máquina para identificar e reparar defeitos nas estradas em tempo real.

O veículo está equipado com tecnologia avançada de direção autônoma que lhe permite navegar pelas estradas por conta própria ou com orientação mínima de um indivíduo a uma distância segura.

O veículo emprega um sistema de navegação por waypoint para transporte entre vários locais, ao mesmo tempo que oferece o recurso adicional de segurança de monitoramento remoto e recursos de controle, permitindo que ele seja parado ou observado a qualquer momento durante sua viagem.

ARRES Prevent emprega materiais avançados para fechar prontamente quaisquer pequenas fissuras detectadas nas estradas. Ao obstruir a penetração da água, esta solução evita o desenvolvimento de buracos e buracos causados ​​por chuvas ou geadas. Além disso, o seu sistema de controle de qualidade integrado garante uma manutenção confiável através de monitoramento contínuo e documentação de reparos.

Uma investigação recente sugere que a integração da inteligência artificial e da robótica na força de trabalho pode ter um impacto negativo na qualidade de vida de um indivíduo.

Eficácia do ARRES

Relatos anteriores indicam que a empresa tecnológica realizou testes de campo no Reino Unido, durante os quais o robô autónomo demonstrou proficiência na identificação e resolução de buracos e outras deficiências na infra-estrutura rodoviária. Os desenvolvedores desta tecnologia inovadora acreditam que o ARRES tem o potencial de transformar a maneira como tais preocupações são abordadas, não apenas em Hertfordshire, mas também em escala global.

O protótipo ARRES Prevent demonstrou sua capacidade de evitar a formação de buracos, vedando quaisquer fissuras emergentes durante testes extensivos. No entanto, avaliações adicionais são necessárias para otimizar o desempenho deste robô autônomo antes da produção em larga escala.

A mais recente inovação do Robotiz3d, o ARRES Ultra, possui capacidades notáveis ​​em termos de extensos trabalhos de reparo. Este dispositivo de última geração foi projetado para lidar até mesmo com os defeitos mais complexos e desafiadores, como buracos avançados e fissuras superficiais expansivas, mantendo seu objetivo principal.

As proficiências do empreiteiro abrangem a preparação do local, a retificação precisa de áreas defeituosas e a compactação da área revitalizada para obter uma conclusão uniforme e polida.

É necessário um processo intensivo de avaliação e aprimoramento para facilitar a produção generalizada, o que mantém o potencial para avanços transformadores na manutenção de rodovias.

Incidentes com buracos nos EUA

Segundo fontes, 44 milhões de motoristas tiveram que pagar dinheiro no ano passado para reparos de automóveis após uma infeliz colisão com um buraco.

Infelizmente, os condutores de todo o país são frequentemente confrontados com estes trechos de asfalto danificados, desagradáveis ​​e perigosos, cuja gravidade pode variar dependendo do estado. Algumas jurisdições enfrentam desafios mais significativos em relação aos buracos do que outras.

Num estudo conduzido pelo USA Today, descobriu-se que os motoristas residentes em Wyoming e Nevada correm um risco menor de encontrar o resultado indesejável resultante de imperfeições desagradáveis ​​nas estradas, em oposição aos seus homólogos no estado de Washington, que parecem suportar o impacto desses buracos perniciosos.

Um jogador de futebol robótico que utiliza inteligência artificial exibiu agilidade e habilidade excepcionais durante partidas individuais.

/pt/images/tech-firm-looks-to-use-ai-powered-robots-for-road-repairs-1.jpg

(Foto: este site)

Participe da discussão

*️⃣ Link da fonte:

Fox News, [fontes](https://www. usatoday.com/money/blueprint/auto-insurance/states-with-worst-potholes/),